Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Para Ler na Retrete

Para Ler na Retrete

Cultura Geral Pós-Puberdade

          Eu tenho 25 anos. Esta é aquela idade em que já não sou adolescente (infelizmente) mas ainda me lembro bem de ser. Mais grave ainda, lembro-me bem do que fiz e porquê. Esta é a posição ideal para reflexão, visto que ainda não estou demasiado distante desta realidade. Ora nesta qualidade de ser Humano, quero deixar a seguinte declaração: o rapaz adolescente é, simultaneamente, o predador mais estúpido e perigoso que existe. Este tipo de pessoa é a encarnação de um manual incompleto.


          Qualquer Homem adulto tem múltiplas memórias de mentiras que contou aos pais. E todos eles podem testemunhar o quão facilmente foram desmentidos de imediato. Isto tem uma razão muito simples. Um adolescente não sabe mentir! Há sempre uma comichão ou um olhar para o lado que é demasiado  óbvio. Um miúdo a mentir parece um agarradinho a pedir uma dose de heroína de borla e a prometer que é a última vez. Além disso, todos os pais já passaram por esta fase, logo sabem perfeitamente o que aí vem. "Vais dormir a casa de um amigo? Onde é que ele mora? Hmmm naquele bairro novo. Aquele que ainda não está acabado? Não, não, o outro ao lado. Não há nada ao lado, só um Hospital e mato. Hmm ahhhh, não tipo, tipo, a cena é, tipo, tipo, não 'tás a perceber, tipo... porque é que não acreditas em mim?"


          Este fenómeno não parece assim tão mau. É só um bicho estúpido que precisa de educação para o manter na linha. Qual é o problema? Uma rapariga da mesma idade ainda não tem cabeça para detectar isto. É a presa perfeita. As feromonas de uma miúda pós-puberdade invadem o cérebro dos rapazes que nem inimigo num radar militar. Lembro-me de ainda não estar a olhar para trás mas já saber que se estava a aproximar um belo par de... senhoras... com grandes mamas. E sabem quais são as mais propícias a serem caçadas sem escrúpulos? As que dizem a frase: "não, ele no fundo é boa pessoa, eu sou capaz de muda-lo". Neste momento, há leitoras a esboçar um sorriso (supondo que têm mau gosto suficiente para ler isto), sabem porquê? Porque TODAS caíram nisto. Não vale a pena disfarçar Sra. leitora, essa memória do rapaz de carácter duvidoso que no fim acabou apenas por se aproveitar de si é óbvia. É por isso que custa tanto conhecer o pai de uma namorada e, simultaneamente, é por isso que nenhum pai gosta do namorado da filha. Ele fez o mesmo! "É claro que te ligo amanhã." "Não querida, tu és a primeira." "Nunca ninguém me fez sentir assim." "Só quero saber qual é a sensação." Alguma soa familiar?


          É claro que temos de ser justos. A culpa não é apenas dos rapazes. As mini senhoras também têm aqui algum peso. Mais uma vez puxando à memória de quem está a ler, aposto que isto vai soar a qualquer coisa: "O que eu quero mesmo é um Homem honesto". Isto é o correspondente feminino de "a curva mais bonita da mulher é o sorriso". Ambas são falsas e apenas aplicadas a comédias românticas. O que elas querem na verdade é alguém atraente que ature todas as manias e vontades que possam ter. O que eles querem é mamas e/ou cu grandes e redondos. Mais que isto é ruído. E mais: se algum rapaz nesta fase da vida for realmente honesto, é menos provável que venha a obter o que realmente quer. Logo: "De certeza que falta um anjo no céu porque tu estás aqui à minha frente". Ohhiinnnn tão querido!!


          Por hoje é tudo. Se algum rapaz adolescente ler isto, lembra-te que ou mentes ou tens de ser uma espécie de peluche não tão fofo para ter alguma coisa. Se alguma rapariga adolescente ler isto, já sabes que é muito provável que aquele rapaz em que estás a pensar te está a mentir de várias formas diferentes. Podes passar ao próximo e ouvir a próxima mentira ou então diverte-te um bocado. Ouvi dizer que sexo é agradável.

Adolescentes meme.png